ProAquarios

dicas

Fique atualizado com nossas dicas, notícias, novidades e curiosidades

Como livrar-se de algas no aquário

Livrar-se de algas em aquários é um processo de várias etapas que requer tempo. Resista usar algicidas por eles só encobrirem os sintomas em vez de eliminar as condições que causam o crescimento de algas.
Uma vez que as algas se tornam um problema no aquário, um teste de água não será sempre conclusivo na determinação da causa do surto ou proliferação de algas.


 


Por exemplo, as algas utilizam nitrato e fosfato. Se um ou ambos estão em níveis elevados no tanque, então este é certamente um motivo do problema de algas.

No entanto, uma baixa leitura de nitrato ou fosfato em um aquário infestado de algas pode ser enganosa. Porque as algas estão constantemente utilizando esses nutrientes como fonte de alimento e de combustível para o crescimento.
Siga estes passos para se livrar de algas no aquário:

-  Limpe o cascalho com um sifão, a fim de remover os resíduos e detritos
-  Limpe os filtros do aquário.
-  Aumentar o fluxo de água
-  Reduzir a alimentação dos peixes, uma vez a cada dois dias
-  Substitua as lâmpadas se tiverem com mais de 1 ano. Há mudança no espectro de luz à medida que envelhecem, muitas vezes favorecendo o crescimento de algas
-  Use um removedor de nitrato. Nitrato é uma fonte primária de alimento para as algas e uma das principais causas de surtos de algas em aquários
-  Use um remover de fosfato
-  Interrompa todos os suplementos e fertilizantes

Prevenção:

- Realize regularmente a manutenção do aquário, com limpeza dos filtros e troca parcial de água

← VOLTAR DICAS

Como pegar um peixe em um aquário

Qualquer um que já tentou pegar um peixe no aquário sabe que isso pode ser uma tarefa desafiadora e frustrante. Dependendo do tamanho e velocidade do peixe, bem como a decoração do tanque, esta pode ser uma tarefa difícil. Mesmo se for bem sucedida depois de várias tentativas, este método causa estresse no peixe , não só tornando-o infeliz, mas também tornando-o mais vulnerável à doenças.


Remover toda a decoração pode parecer uma boa opção, mas isso perturba todo o aquário, levantando poeira e detritos. Também muda todos os territórios estabelecidos e esconderijos no aquário.
Da próxima vez que você precisar remover um peixe do aquário, tente isto primeiro:

Use uma rede grande e mergulhe-a no tanque com a abertura em direção à superfície da água. Agora, coloque um pouco de comida dentro da rede. Esse método pode exigir um pouco de paciência, de esperar o peixe entrar na rede. Se você planejar com antecedência, recomendamos não alimentar os peixes por um dia ou dois, antes da remoção. Isso deve ajudar a acelerar o processo.

← VOLTAR DICAS

Troca Parcial de Água, quando fazer?

Uma parte fundamental da manutenção do aquário é a troca de água, que deve ser realizada a cada uma ou duas semanas. Na maioria dos casos, de 10-15% do volume do tanque é suficiente. Um bom método é o de aspirar o cascalho, que irá eliminar os alimentos não consumidos e outros resíduos que se depositam sobre o substrato.


É altamente recomendável verificar os parâmetros da água. A água de torneira (água encanada) contém cloro e/ou cloramina (cloramina = cloro + amônia). O condicionador de água irá neutralizar o cloro em ambos os casos, mas o amoníaco ainda estará presente na última. A amômia tem que ser eliminada pelas bactérias nitrificantes presentes no aquário. Isso pode demorar mais do que o peixe pode tolerar. Por isso não é recomendado trocar muita água.

Outros elementos da água municipal podem ser fosfato, ferro e outros metais pesados. 

Utilizar água de um filtro deionizador pode ser a solução. Mas esta água filtrada também deve ser verificada e deve ser considerada parte de sua rotina de manutenção do aquário. As membranas e resinas do filtro podem ser danificadas ou podem exigir a substituição antes da data de expiração.

← VOLTAR DICAS

Nossos Serviços

rod 1

Nossos Clientes

rod 2

Nossos Parceiros

rod 3

nossos canais

rod 4

Você está aqui: Home Dicas